muggle world

23 de mar de 2014

Como baixar arquivos em torrent

Você muito provavelmente já ouviu falar em torrent, certo? Principalmente se costuma baixar filmes e séries. Contudo, apesar da popularidade desse formato, muita gente ainda não está muito familiarizada com ele. Por isso hoje vou tentar dar uma clareada no assunto.

Mas, se você estiver com pressa/preguiça, pode pular tudo e ir pra parte onde eu ensino a baixar, que É O QUE INTERESSA, AFINAL. O resto é só blá blá blá tecnológico, mas você pode ler também. haha Nhé-nhé




Bom, antes de tudo… O que é torrent?

19702_Torrent_logo2Simplificando ao máximo, o formato torrent permite que um arquivo de muitos MB de tamanho seja “transportado” em um arquivinho minúsculo, leve e que pesa apenas alguns KB.
No entanto, o arquivo em torrent é apenas uma “chave” pra que você possa baixar o arquivo original.

Então, se você quer baixar um filme de 1GB, você primeiro baixa um torrent levinho de 100KB; aí, ao executar o arquivo em torrent, o download do filme começa de fato. Ou seja, baixar por torrent não vai te salvar do download de 1GB, porque a vida não é tão fácil assim né. haha

Lembrando: GB (giga) > MB (mega) > KB (kbyte);
só no caso de vocês não saberem Smiley de boca aberta




Mas se o torrent não vai deixar o arquivo menor… Por que raios eu deveria usar isso?
Flash gif
Velocidade maior: O torrent se tornou muito popular porque é uma espécie de download compartilhado. Quando você baixa alguma coisa da internet, você está baixando de um servidor, isto é, de um lugar onde o arquivo está armazenado.
Mas com o torrent, à medida que você faz download do arquivo, você passa a disponibilizá-lo para os outros coleguinhas que estão baixando, e o seu computador se torna um servidor também (na linguagem do torrent, você se torna um seeder).
Mais servidores, mais velocidade. (torrent, o socialismo na internet. Pega ele Obama)





pausePossibilidade de pausar o download: Quem nunca passou por essa situação: você está lá baixando um vídeo de 29834038 GB e sua internet cai nos 99%, e você tem que começar TUDO DE NOVO.
Com o torrent, você pode pausar o download a qualquer momento, desligar o PC e recomeçar quando quiser. E se a internet cair no meio do processo, ele também pausa automaticamente.





Todo mundo usa essa m…: Eu fui OBRIGADA a aprender sobre torrent porque hoje em dia é quase impossível baixar filmes e séries sem saber usá-lo. Quase todos os sites vêm disponibilizando seus arquivos apenas em torrent.

poxavida





Beleza, já estou me sentindo o maior nerd do torrent. Agora, como faço pra baixar de fato?????


speed-up-torrent
Passo 01 – Baixar um cliente de torrent: Os softwares para torrent te possibilitam executar o arquivo em torrent. Sem eles, NADA FEITO. Os mais conhecidos são uTorrent e BitTorrent, então clique nos links e corre lá baixar um deles. Nas imagens do post, usei o uTorrent.





Passo 02 – Baixe o arquivo torrent que dê acesso a seu filme/série:
Supondo que você queira baixar o filme “A menina que roubava livros” (aproveite pra ler a resenha clicando aqui: é muito lindo, muito amor, muita vida).

Pra encontrar o torrent desse filme, é só digitar no Google “nome do filme torrent”.

Você também pode procurar direto em sites específicos de torrents, como The Pirate Bay, TorrentZ e Kickass. Logo abaixo coloquei a foto de uma página do Kickass e onde você encontra as informações úteis sobre o arquivo, como tamanho, avaliação, etc.

Página do Kickass torrents: note onde estão posicionados a quantidade de seeders, o tamanho, entre outras informações do arquivo




Passo 03 – Execute o arquivo e inicie o download: Assim que você baixar o arquivo, dê dois cliques nele e, automaticamente, o seu cliente de torrent vai abrir.
Clique em OK e pronto, o filme propriamente dito vai começar a baixar.

Tela do uTorrent: assim que você executar o arquivo, clique em OK para começar a baixar.
Tela do uTorrent: no menu superior, estão os botões para controle: pausar, executar, excluir, entre outros.





Dicas úteis do mundo torrrent:

1.
  Antes de baixar, dê uma olhada na avaliação e nos comentários do arquivo (pra ver se a qualidade é boa e se o torrent é confiável).

2. Seeders são aqueles que estão funcionando como servidores, e leechers são aqueles que estão fazendo download (a.k.a imprestáveis).
Então, quanto mais seeders e menos leechers, mais rápido será seu download!

3. Assim que o status estiver 100%, pare o download; o status de 100% indica que todo o arquivo já foi baixado e você já pode assistir ao filme tranquilamente.
A partir de então, se você não pausar, você só estará fazendo upload, isto é, você será apenas um servidor. Claro, fazer upload ajuda os coleguinhas, mas não precisa gastar sua internet pra isso né? haha (sou do mal, 1bj)





Post grande, termos complicados de informática, mas saber sobre torrent é um mal necessário. Ah, e se você curte séries, um bom site pra baixar em torrent é o Séries Torrent. Have fun!

people-having-fun-in-car


3 de mar de 2014

Atualidades: Crise na Ucrânia

Atualidades? Ucrânia????

Bom gente, o que acontece é que, depois de muitas vidas pensando e meditando se isso ia dar certo, resolvi realizar um desejo antigo e começar uma sessão de atualidades no Muggle World. Porque acho que política, apesar de parecer algo chato e totalmente distante de nós, é super importante no nosso dia-dia, e acho que todos deveríamos largar o chat do Facebook um minutinho pra prestar atenção no que acontece no Brasil e no mundo.

Flags-of-the-World-tree

Mas, por outro lado, sei que os jornais, tanto na TV quanto impressos, muitas vezes usam uma linguagem bem complicada de entender. As vezes os editores se esquecem que estão falando com pessoas normais, e não com PHD’s de Harvard. Por isso, essa sessão vai servir pra “traduzir” as notícias para uma linguagem mais fácil.

Talvez você encontre temas sobre os quais não entende muito bem; talvez você se sinta como se estivesse na escola e feche esse post depois do primeiro parágrafo. Mas confie em mim: você vai ficar culto & se divertir ao mesmo tempo. Só tente não dormir.

OBS: boatos de que ler só as linhas grifadas em vermelho serve como resumão do post para preguiçosos \o/






Bom, pra esse fevereiro que passou, escolhi um tema que ainda está bombando: os conflitos na Ucrânia.
Antes, é útil você saber que a Ucrânia é um país que fica lá no Leste Europeu, pertinho da Rússia (olhe o verde no mapa). Por isso, quando ouvir falar em Leste Europeu, ou Europa Oriental, pense logo nos países mais gelados da Europa.

Ucrania na Europa


E os países de lá não são apenas os mais gelados, como também são os menos desenvolvidos economicamente: esqueça o glamour de Inglaterra, França e Alemanha (os países da Europa Ocidental); os países do leste possuem, basicamente, indústrias para a exploração de minérios e petróleo, ou seja, nada das indústrias modernas e altamente tecnológicas que encontramos no resto da Europa.

EUROPA ORIENTAL: Rússia, Ucrânia, Geórgia, Uzbequistão, entre outros (a maioria é da ex-URSS) 
EUROPA OCIDENTAL: Alemanha, França, Inglaterra, Espanha, Portugal, Itália, entre outros (a maioria é membro da União Europeia, uma associação comercial entre países europeus)



Esse relativo “atraso” ocorre por uma série de fatores, e um deles é que grande maioria dos países do leste fizeram parte da União Soviética (URSS), uma união de repúblicas socialistas que perdurou de 1917 até a década de 1990.
Por estarem numa economia socialista, os países da URSS demoraram mais a se modernizar do que os da Europa Ocidental. Além disso, a URSS era super “fechada dentro de si mesma”, e não mantinha muitas relações com os países ocidentais.

Acontece que, quando a União Soviética acabou, os países membros se separaram uns dos outros, constituindo o que hoje conhecemos como Ucrânia, Geórgia, Rússia, etc. O maior destes países é a Rússia, e esta ainda exerce uma grande influência sobre os outros países da ex-URSS, incluindo a Ucrânia.

Assim, mesmo com o fim da URSS, a Rússia ainda é totalmente “anti-ocidente”, e por isso, os russos não querem que as ex-repúblicas soviéticas se aproximem da União Europeia. A Rússia quer, na verdade, continuar mandando e desmandando nesses países.

sochi-russia-7feb14-open




E é aí que entramos, de fato, na crise ucraniana: grande parte da população ucraniana quer ter mais relações com a Europa Ocidental e ingressar na União Europeia. Por quê? Porque, como todos nós sabemos, a Europa Ocidental é extramemente mais desenvolvida (a verdadeira cara da riqueza).  E a Ucrânia também quer compartilhar toda essa prosperidade.

sede da união europeia



Em novembro do ano passado, a Ucrânia quase chegou a assinar um acordo com a União Europeia, mas a Rússia, obviamente, não curtiu a ideia. Por isso, os russos ameaçaram parar de dar apoio financeiro aos ucranianos, de modo que o ex-presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, desistiu do acordo com os ocidentais e continuou ao lado dos russos.

Diante disso, a parte da população ucraniana que é pró-Ocidente saiu às ruas para protestar. Os protestos começaram pacíficos, mas após algum tempo se tornaram mais violentos, ocorrendo várias mortes de manifestantes em embates com a polícia ucraniana.
Finalmente, após vários meses de protestos e devido à forte pressão da opinião pública nacional (e internacional), o presidente Viktor Yanukovych foi deposto no fim de fevereiro.

protestos-ucrania



Em seu lugar, assumiu o presidente interino Oleksander Turchinov (lindos nomes nesse post!), e novas eleições estão marcadas para maio. Turchinov é de inclinação pró-ocidente, e assim, pretende fazer esforços para se integrar à União Europeia.
Final feliz, certo? Ainda não.



ucrania_v4A questão é que algumas partes da Ucrânia são a favor da Rússia, e NÃO querem se integrar à União Europeia. Isso acontece porque há muitas pessoas que, apesar de serem ucranianas e morarem na Ucrânia, falam russo e adotam a cultura russa (veja no mapa ao lado).

Um dos lugares com maior número de pessoas pró-Rússia é a Crimeia, e é aí que o pau está quebrando mais, por assim dizer.

Assim, nesse momento, a Ucrânia está dividida entre aqueles que são pró-União Europeia, e aqueles que são pró-Rússia. Apesar de o ex-presidente Yanukovych ter sido derrubado, os embates entre essas duas “frentes” continuam, e por isso diz-se que o país corre o risco de entrar numa guerra civil.



Além disso, existe a possibilidade de a Rússia invadir a Ucrânia para evitar essa aproximação com a União Europeia.

E com essa zona toda, os EUA também entraram na bagaça, e obviamente, são super a favor de um governo ucraniano pró-Ocidente e anti-Rússia (lembram da Guerra Fria, com o embate EUA x URSS? A rixinha EUA x Rússia foi o que sobrou).

Por tudo isso, o conflito na Ucrânia não diz respeito apenas ao próprio país, mas traz consigo mais um monte de assuntos e problemas que podem atingir o mundo todo.

piadinha Putin-Obama





Update (24/03): Como não poderia deixar de ser, muita coisa mudou desde o dia em que escrevi este post.

Lembra da Crimeia? Bom, a população do lugar, que é pró-Rússia em sua maioria, realizou na última semana um referendo, no qual a Crimeia decidiu se separar da Ucrânia e se integrar à Rússia. Por isso, agora a Crimeia é território russo.

A separação foi fortemente apoiada pela Rússia (óbvio), mas amplamente condenada por EUA e União Europeia. Assim, como resposta às ações da Rússia, o Ocidente está impondo algumas sanções econômicas aos russos, para tentar "persuadi-los" a não anexar a Crimeia; no entanto, essas sanções são relativamente "fracas" e não estão fazendo nem cosquinha no presidente russo Vladimir Putin.

Então, tudo indica que a Crimeia se consolidará como território russo, e a Ucrânia terá que aceitar perder a região. Afinal, a alternativa a isso seria invadir a Rússia, o que desencadearia uma guerra de proporções muito grandes, tendo o envolvimento não só de Rússia e Ucrânia, mas também de EUA e Europa Ocidental. Tipo uma "terceira guerra mundial". E ninguém em sã consciência quer uma coisa dessas.




Depois dessa post gigante que está mais para aula de História/Geografia, espero que vocês tenham entendido e gostado do tema (provavelmente não, mas ok HAHAHA). A partir de agora, quando ouvirem algo sobre a Ucrânia no noticiário, parem pra assistir e veja como tudo vai fazer mais sentido. Smiley piscando

Mandem o feedback aí. E se vocês não conseguiram ler tudo, falem também. SÉRIO. Só por favor não fiquem tipo “ai que legal” se você não leu nem dois parágrafos.

E se você já manja muito de política internacional e achou esse post bem “quinta-série”, essa era a ideia mesmo. O que não te impede de discutir o assunto em alto nível, right?

10 de fev de 2014

Curiosidades sobre pets

Há quem goste e quem não goste, e é a mais pura verdade que eles nos dão um puta trabalho; mas não há como negar que pets são fofos demaaaaaaaais (principalmente quando não sou obrigada a lidar com suas necessidades biológicas, argh)!
Hoje reuni algumas curiosidades sobre pets só pra gente se divertir. E acredite, eles são muito mais inteligentes do que você pensa!
 cachorro fofo
Porque cachorros fazem cara de dó? Porque eles sabem que sua carinha fofa tem efeito sobre os humanos. Sim, eles SABEM!
Os pesquisadores da Universidade de Portsmouth observaram os músculos faciais de 27 cachorros, todos eles em abrigos de adoção, e perceberam que grande parte deles arregalava os olhos ou levantava a sobrancelha quando um novo dono em potencial se aproximava.
Os cientistas acreditam que os cachorros abusam de sua carinha fofa deliberadamente pois sabem que isto conquista os humanos. É provável que esse "conhecimento" tenha vindo dos seus primos lobos, que perceberam, há muuuuuuuito tempo atrás, que eram mais aceitos na comunidade humana quando lançavam mão de suas carinhas de dó.
DÁ PRA RESISTIR?????


 
Cachorros sabem quando estamos tristes: Já reparou que, sempre quando estamos meio pra baixo, nossos cachorros ficam mais carinhosos e se aproximam com o rabinho entre as pernas e aquela carinha fofa? Pura coincidência? Talvez não.
Uma pesquisa da Universidade de Londres analisou o comportamento de alguns cachorros e verificou que mais de 80% deles se aproximavam do dono quando este chorava; por outro lado, quando os donos apenas conversavam animadamente, os cães não davam muita bola. Segundo os pesquisadores, os cãezinhos tentam ser simpáticos quando estamos tristes para nos animar. Que fofos!

 
 
  gatinho-fofo
Gatos gostam de música! Pesquisas indicam que gatos desenvolvem gosto musical, e são mais sensíveis a algum tipo de melodia do que a outra.
Geralmente, eles preferem as músicas mais calmas e se incomodam um pouco com heavy metal (aposto que se incomodam com funk também!). Você que tem um gato, isso é verdade mesmo? O da minha amiga, de fato, gosta de música clássica :O



Como saber se seu gato gostou da visita? Se um amigo chegar a sua casa e seu gato começar a se "esfregar" nele, é sinal de que o bichano aprovou a visita e está tentando marcar território. É o famoso comitê de recepção felina!
Por outro lado, se o pet não for com a cara do convidado, ele vai simplesmente se esconder e não vai querer muito papo.





Vocês têm pets? De qual tipo? E essas curiosidades se aplicam aos seus bichanos?
Bom, eu só tenho cachorro, e a história da carinha de dó e da aproximação quando estamos tristes realmente é verdade; além disso, ela também odeia água e sai correndo só de ouvir a palavra BANHO! hahaha

2013-11-16 10.00.34Essa é a Fadinha! Ela já tem 10 anos, podendo ser considerada uma idosa no mundo canino (o que não a impede de ficar se esfregando nos cachorros da vizinhança, tsk tsk). 
Me deem um desconto pelo nome brega, eu assistia Carinha de Anjo e me inspirei na cadelinha da Dulce Maria (OREMOS).
Ganhei ela quando eu tinha 07 anos, porque até então eu tinha um pavor monstro de qualquer tipo de cachorro.




PS: Aproveitem pra visitar a loja Adote um focinho carente, que a Flavia me indicou ali nos comentários. Ao comprar um item da loja, você está ajudando pets a encontrarem um lar definitivo. E fora isso, os produtos são, ó, uma fofura! 

2 de fev de 2014

Resenha: A menina que roubava livros

 

A-Menina-que-Roubava-Livros-poster

 

Título original: The book thief

Duração: 2h 11min

Personagens importantes:
Liesel – protagonista
Rudy – amigo da Liesel
Hans – pai adotivo da Liesel
Max – o judeu que está escondido no porão da Liesel

Lançamento no Brasil: 31 de janeiro

 

Li o livro “A menina que roubava livros” há uns três anos, logo na época em que virou best-seller aqui no Brasil (o livro ficou um tempão na lista dos mais vendidos). Desde que fiquei sabendo que a adaptação ia virar filme, venho aguardando ansiosamente, e finalmente consegui assistir ontem (não fui ao cinema, mas consegui baixar da internet com uma qualidade de imagem bem razoável).

Resumindo bem rapidinho: A história é sobre uma garota alemã chamada Liesel Meminger, e se passa em plena Alemanha nazista da II Guerra Mundial. A mãe de Liesel é comunista, o que na Alemanha da década de 1930, é uma propensão ao desastre.

A garota então é adotada por uma família bem pobre, e é seu pai adotivo, Hans Hubermann, quem a ensina a ler, ajudando a florescer em Liesel a paixão pelos livros (seguida por seus furtos para conseguí-los, daí o nome do livro). Liesel também se torna grande amiga de seu vizinho, o garoto Rudy. Nesse meio tempo, a família de Liesel passa a esconder um judeu, Max, no porão da casa.

Esconder um judeu na Alemanha nazista = pediu pra morrer.

 

Ah, e quem narra a história de Liesel é simplesmente a Morte, simpática e diva.

dona-morte1

 

Fui me apaixonando pelo enredo aos pouquinhos. Confesso que o começo do livro é meio non-sense, com a Morte falando das cores e tal (tipo, oi?); mas a medida que a narrativa foi entrando nos temas da Alemanha nazista, como a devoção por Hitler, a perseguição de judeus e a fome gerada pela crise econômica, fui me interessando mais. Acabou que, no fim, chorei igual bebê, porque realmente me afeiçoei aos personagens.

Mas não vou dar spoiler aqui porque sou legal. haha

 

Sobre o filme: achei o enredo relativamente fiel ao livro, e apesar de vários críticos estarem dizendo que a adaptação foi uma droga, eu não concordo (mas quem sou eu, afinal). Ao menos à primeira vista, não vi terem cortado nada tão importante.

Gostei da atriz que fez a Liesel, a Sophie Nélisse; repito o que li numa crítica da VEJA: ela conseguiu ser forte e fofa ao mesmo tempo. Ameeeeeeei o garoto que fez o Rudy (amigo da Liesel), ele é EXATAMENTE como eu imaginava quando li.

A única coisa que me deixou bolada foi a morte ser um homem. Tipo, é AAAA Morte, né galerê??? Mas enfim.

 

Cenas mais hilárias EVER: Rudy e Liesel xingando Hitler (“eu odeio o Hitler!”), Max e Liesel imitando como deveriam ser as cartas da mãe do Hitler pra ele (“Querido Fuhrer, pare de cuspir quando grita”) e Rudy correndo pintado de carvão pra parecer o Jessy Owens (o corredor negro que ganhou as olimpíadas de 1936, e fez o Hitler ficar tipo “WTF?”, porque jogou por terra todo o papo furado de superioridade da raça ariana).

 

ameninaqueroubavalivros-cena


Outra coisa que eu gostei é que a relação da Liese com o pai dela, Hans, é tão fofa no filme quanto no livro. Sou apaixonada pelo Hans, pois ele era um alemão que não concordava com os nazistas, e à medida do possível, tentava “lutar” contra eles.

 

Bom, chega de enrolação então (incrível como até em resenha sou incapaz de fazer um post pequeno).

Vocês podem baixar o filme nesse link (está em torrent, então antes baixem o programa uTorrent antes).

Se preferir, também dá pra assistir online nesse link.
E pra quem quiser ler o livro (vale a pena!), tem um PDF lindinho esperando vocês.



 

 

E aqui embaixo está o trailer, só pra você decidir se vai ou não perder seu tempo lendo/assistindo.

 

PS: PASSEI NA USP, PQP!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!11
ME BELISQUEM, PORQUE SÉRIO :’)